Ex-diretor da Petrobras fica calado durante depoimento

Renato Duque, suspeito de participar de esquema de superfaturamento, foi “ouvido” pela Justiça Federal do Paraná nesta terça-feira

Ex-diretor da Petrobras Renato Duque presta depoimento | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ex-diretor da Petrobras Renato Duque presta depoimento | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque permaneceu calado nesta terça-feira (3/11), durante depoimento à Justiça Federal no Paraná. A audiência é parte de um dos processos que apura suposta participação da Empreiteira Odebrecht no esquema de desvios da Petrobras.

De acordo com a assessoria de imprensa da Justiça Federal no Paraná, o depoimento começou por volta das 9h30. Logo no início, conforme vídeo divulgado no site do órgão, Duque decidiu pelo direito de permanecer em silêncio, alegando que a decisão foi tomada por orientação de seus advogados.

Renato Duque é acusado de participar de esquema de superfaturamento de contratos da Petrobras, de formação de cartel por empreiteiras e de pagamento de propina a partidos e agentes políticos.

Citado pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, réus no processo, como um dos beneficiários do esquema, ele está preso no Complexo Médico-Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.