Ex-campeão de MMA do UFC tenta matar “estuprador” de uma menor

Cain Velásquez não aceita a liberação pela Justiça de Harry Eugene, que abusou sexualmente de uma parente menor

Cain Velásquez: ex-campeão peso-pesado do UFC | Foto: Reprodução

O americano Harry Eugene Goularte, de 43 anos, de San Martin, Califórnia (EUA), acusado de “ato indecente e lascivo com criança abaixo de 14 anos”, foi preso, porém, apesar da opinião contrária do Ministério Público, foi liberado pela Justiça.

Ante a decisão da Justiça, o ex-campeão de MMA dos pesos-pesados do UFC Cain Velásquez decidiu resolver o problema por conta própria. Parente da vítima, o lutador que derrotou o brasileiro Júnior Cigano, em duas lutas duríssimas (havia perdido a primeira batalha), Cain Velásquez, atirou contra um automóvel no qual estavam três homens — um deles Harry Eugene.

Um homem ficou ferido, mas não Harry Eugene, e sim o seu padrasto. Ele está internado, mas seu estado não inspira cuidados.

O “estuprador” permanece solto, pois responde ao processo em liberdade, mas o atirador, Cain Velásquez, está preso, acusado de tentativa de homicídio na prisão principal do condado de Santa Clara. Ele tentou pagar fiança, mas a Justiça não acatou. Mas ele terá uma audiência na quarta-feira, 2.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.