Estudante que denunciou suposto estupro na UFG aparece virando câmera de segurança

Imagens apresentadas pela delegada Ana Elisa Gomes, da Delegacia da Mulher, reforçam tese de que jovem mentiu sobre crime

Denunciante do suposto estupro que teria acontecido na Universidade Federal de Goiás (UFG) no último dia 14 de junho, o estudante Daniel Júnior foi flagrado virando a única câmera de segurança do Campus II que poderia comprovar sua denúncia.

Apresentado pela delegada Ana Elisa Gomes, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) na manhã desta sexta-feira (17), o vídeo mostra o jovem tirando o foco do banheiro onde a suposta vítima teria entrado na data do suposto crime.

No dia 7 de junho, Daniel Júnior, acompanhado de outras duas pessoas, aparece virando o equipamento de segurança. Uma semana depois ele usou as redes sociais para denunciar que encontrara uma menina “dopada” na faculdade de Informação e Comunicação, supostamente vítima de um estupro.

Contudo, após analisar as câmeras de segurança da UFG, a delegada concluiu que ele mentiu e inventou o caso. “Nada do que ele disse se confirma diante das análises das imagens das câmeras. Não estava escuro e havia seguranças no local”, explicou.

Para a titular da Deam, Daniel Junior mentiu durante o depoimento — mesmo tendo sido convincente e rico em detalhes. “Desde quando virou a câmera que dava para o banheiro, ele teve sete dias para planejar o relato, justamente por isso foi tão coerente”, argumentou.

Veja o vídeo do momento:

A delegada Ana Elisa informou que Daniel Júnior deve ser indiciado por comunicação falsa de crime, com pena de seis meses a um ano de reclusão.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Marília

Tem que ir pra cadeia!