“Estou muito confiante na liberdade dos meus clientes”, diz advogado de supostos hackers

Defesa diz acreditar que autoridades possuem convicção de quem está, de fato, envolvido na interceptação dos celulares

Reprodução: TV Estadão

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, o advogado Ariovaldo Moreira, que faz defesa do casal Gustavo e Suelen, presos pela Operação Soopfing, disse acreditar que as autoridades já possuem convicção de quem está, de fato, envolvido na interceptação dos celulares do ministro Sergio Moro e outras autoridades.

“Pelo que foi levantado e pelos depoimentos que já foram prestados, acredito que a autoridade policial já tenham convicção de que meus clientes não estão envolvidos na interceptação dos telefones dessas autoridades”, declarou.

Ao ser questionado sobre as expectativas, o advogado disparou: “Estou muito confiante na liberdade dos meus clientes. As provas produzidas até agora são muito favoráveis aos meus clientes, deixando claro o envolvimento deles com Walter tão somente em função da amizade, e envolvimento nenhum em relação a interceptação dos telefones das autoridades, em especial do juiz Sergio Moro”.

O Estadão não questionou a defesa sobre as movimentações bancárias atípicas feitas por Gustavo e Suelen. A Polícia Federal identificou que Gustavo realizou movimentações financeiras, entre 18 de abril e 29 de junho, equivalentes a R$ 424 mil. Suelen teria movimentado pouco mais de R$ 200 mil no mesmo período. No entanto, o rendimento mensal de Gustavo é de R$ 2.866,00 e de Suelen, R$ 2.192,00.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.