Especialistas desmentem fake news sobre erva-doce curar gripe H1N1

Boato circula pela internet informando às pessoas que, para curar a doença causa pelo vírus influenza A, é só tomar chá de erva-doce a cada 12 horas

Chá de erva-doce não cura gripe H1N1 | Foto: Reprodução

Um boato que tem se espalhado pela internet diz que a fórmula do Tamiflu, medicamento usado para tratar os infectados pela gripe influenza A/H1N1, é feito com a erva-doce. Nos textos ou áudios compartilhados, um “infectologista” esclarece que o chá pode ser ingerido a cada 12 horas com os mesmos benefícios da versão farmacêutica.

Para esclarecer a questão de uma vez por todas, o Jornal Opção conversou com dois especialistas. À reportagem, os professores da faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Goiás (UFG) Edemilson Cardoso da Conceição e Pierre Santos garantem que a informação não é verídica.

“A substância ativa do medicamento Tamiflu, chamada de Oseltamivir é produzido em laboratório. A síntese química da substância em questão é complexa e compreende uma série de etapas”, explicou Edemilson, com certificação de Pierre. 

A empresa Roche, fabricante do medicamento Tamiflu, também já se posicionou sobre o assunto e confirmou que não há relação entre o remédio e a erva-doce.

Antes de abandonar de vez a bebida, entretanto, o professor Edemilson lembra também que o chá de erva-doce pode ajudar a hidratar o organismo e acabar auxiliando na recuperação de estados gripais. “Mas só assim mesmo”, finaliza.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.