“Espaço da mulher na política é inexpressivo”, diz presidente do PSDB Mulher de Goiás

Segundo a deputada licenciada Lêda Borges, o problema ainda é maior já que não há sugestão de avanço neste sentido

Leda Borges, Secretária Cidadã / Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A presidente do PSDB-Mulher de Goiás, deputada licenciada Lêda Borges (PSDB-GO), criticou o espaço da mulher na política atualmente. “Inexpressivo”, classificou ela durante Convenção Estadual do PSDB neste sábado (11/11).

“Na bancada hoje do PSDB estadual, sou a única mulher deputada do partido. Acho isso pouco para um Estado que possui 41 cadeiras. Uma representatividade dessa é insignificante”, acrescentou.

De acordo com ela, o problema ainda é maior já que não há sugestão de avanço neste sentido. “As mulheres precisam tomar consciência da importância e do dever de se posicionarem politicamente e partidariamente como candidatas”, disse.

Segundo ela, “uma coisa é você ajudar o projeto de alguém, outra coisa é  você se por à disposição do projeto do povo”.

Dados da Inter-Parliamentary Union mostram que, no Brasil, pouco mais de 10% dos deputados federais são mulheres. Ocupamos o 154º lugar entre 193 países do ranking elaborado pela associação, à frente apenas de alguns países árabes edo Oriente Médio.

Sobre esses dados, a secretária Cidadã afirmou que o que falta é as mulheres entenderem que, mesmo com muitas atribuições, elas são líderes natas. “As vezes a mulher não está disposta a assumir mais esse papel [político] na sociedade. Isso não e uma escolha, é uma obrigação nossa”, finalizou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.