“Entendo que vale a pena correr esses riscos”, diz Sabrina Garcêz sobre disputa por mandato na Câmara

Vereadora trocou PSD por Republicanos alegando sofrer discriminação política e aguarda disputa jurídica para manutenção ou perda de cadeira legislativa

Desde o início de abril, a vereadora Sabrina Garcêz deixou o PSD e filiou-se ao Republicanos, graças a uma liminar que garantiu a troca de legendas por justa-causa, sem punições. Com o processo ainda em andamento, a parlamentar garante que está otimista com o resultado da disputa jurídica. “Consegui demonstrar um certo preconceito em relação ao meu mandato. Entendo os riscos, mas entendo também que vale a pena correr esses riscos”, aponta.

Segundo a parlamentar, o PSD fez agravo à liminar concedida e apresentou a contestação jurídica, que já recebeu as contrarrazões postas pela defesa. No entanto, ainda é cedo prever um prazo para a decisão, que pode se arrastar nos tribunais por algum tempo. “Com certeza as duas partes devem recorrer após uma decisão em âmbito estadual, então é uma disputa jurídica que ainda demora alguns meses”, acredita Sabrina.

Ainda que comente a situação, ela garante que tem foco total nos trabalhos da pré-candidatura à uma vaga na Câmara Federal, em Brasília. Sabrina afirma estar focada na parte política e não ter preocupações com o andamento jurídico do processo, especialmente no período que antecede as eleições de outubro e a abertura oficial da campanha. Para ela, o principal objetivo é desviar a energia de trabalho para conquista da cadeira federal, aproveitando o momento político. “Na política, em alguns momentos a gente precisa fazer movimentos ousados e arriscados. Entendo que o momento para disputa de uma eleição federal é o melhor para mim, então tenho focado nisso”, explica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.