Em Goiás, secretário de Saúde é preso suspeito de matar auxiliar de serviços gerais

Paulo César de Almeida Guerra estava foragido desde a noite de segunda-feira

Paulo Cesar foi exonerado da prefeitura na terça-feira (22), um dia após o crime

A Polícia Civil de Goiás prendeu na tarde desta quinta-feira (24/8) o secretário de Saúde da cidade de Jesúpolis, Paulo César de Almeida Guerra, de 48 anos, suspeito de matar a tiros o auxiliar de serviços gerais Arlam Bernardino, 35 anos.

O suspeito estava foragido desde a noite de segunda-feira (21), data em que ocorreu o crime. Um dia depois, a prefeitura exonerou Guerra do cargo que ocupava.

Segundo informações da Polícia Civil, o agora ex-secretário foi preso na cidade de Jaraguá, após comparecer à delegacia local acompanhado de seu advogado. A arma utilizada no assassinato do auxiliar de serviços gerais também foi apreendida.

O crime teria sido motivado por uma discussão entre o secretário e o auxiliar.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.