Em evidência, Marconi começa a viabilizar projeto nacional

Governador tem chamado atenção de lideranças de todo o País e já é alçado à corrida presidencial de 2018

Governador Marconi Perillo ao lado do governador de MT, Pedro Taques, do empresário Jorge Gerdau, dos governadores Geraldo Alckmin (SP) e Beto Richa (PR)

Governador Marconi Perillo ao lado do governador de MT, Pedro Taques, do empresário Jorge Gerdau, dos governadores Geraldo Alckmin (SP) e Beto Richa (PR)

Que o governador Marconi Perillo (PSDB) sonha em alçar voo nacional, não é segredo para ninguém. No entanto, o esforço do tucano goiano e a habilidade para articular no âmbito nacional tem chamado atenção de aliados e lideranças do País.

Em seu quarto mandato como chefe do Executivo de Goiás, Marconi tem participado de eventos com empresários e políticos importantes fora do Estado. Mesmo que ele insista que seu objetivo é o desenvolvimento estadual, não há dúvidas de que o nome de Marconi tem estado em evidência na agenda nacional.

No início da semana, ao participar de palestra para 500 empresários, o governador de Goiás foi elogiado por seu trabalho e apontado como figura preparada para disputar o pleito presidencial de 2018.

A empresária Sônia Ress, dona da marca Dudalina, anunciou “apoio” à candidatura do governador. “Eu brinquei com Marconi que quero votar nele logo para presidente da República. Eu acho o Marconi um político moderno, que trabalha para a sociedade, sem vaidades”. O jornalista e analista político Gaudêncio Torquato, que também assistiu à palestra, elogiou o governador em seu Twitter. Destacou que o goiano defende a unidade e é “inovador”.

E, nesta terça-feira, Marconi Perillo aceitou o desafio lançado pelo presidente do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Jorge Gerdau, de liderar um programa de reformas estruturais nos Estados brasileiros, com o objetivo de garantir eficiência de gestão na máquina pública. A proposta de Gerdau foi apresentada durante o 13º Congresso do MBC, realizado no Hotel Unique, em São Paulo, com a presença de sete governadores, além de Marconi.

“Eu aceito seu desafio. Nós queremos colaborar com a reformulação dos estados brasileiros. No que depender dos governadores, o senhor poderá continuar contando conosco. Tenho a convicção de que nós, governadores, devemos retomar o papel de protagonistas, de líderes desse país. Vamos nos reunir, aproveitar nossas experiências e atender a um chamado como esse, que não é só do doutor Jorge Gerdau, mas da sociedade brasileira”, declarou Marconi.

Marconi também lidera o Movimento do Brasil Central e foi o criador do Fórum que se propôs a criar uma nova agenda desenvolvimento para estados do Centro Norte brasileiro: Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Rondônia. Três encontros já foram realizados e um consórcio para captar investimentos acaba de ser criado.

Apoio do presidente do PP
Senadores Wilder Morais e Ciro Nogueira, com o governador Marconi Perillo e o vice, José Eliton

Senadores Wilder Morais e Ciro Nogueira, com o governador Marconi Perillo e o vice, José Eliton

Em Goiânia, no dia 14 de setembro, o senador Ciro Nogueira, que é presidente do PP, declarou a Marconi: “Meu maior sonho é tê-lo como candidato pelo nosso partido. O trabalho que o senhor tem executado em Goiás é modelo para o Brasil”; “O senhor tem feito muito pela sua terra. Está na hora do Brasil ser conduzido por alguém como o senhor”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.