Em Anápolis, garotas apontadas como “damas do tráfico” são presas pela PM

Segundo a corporação as duas davam continuidade às atividades dos parceiros já presos pelo mesmo crime, por isso o apelido

Foto: reprodução

A Polícia Militar de Goiás prendeu na última terça-feira, 26, em Anápolis, duas jovens de 18 e 19 anos por suspeita de tráfico de drogas. Pela corporação as moças são chamadas de “as damas do tráfico”. Isso, porque elas atuariam no mundo do crime para dar continuidade à venda de entorpecentes após a prisão dos namorados, acusados de cometer o mesmo crime.

A prisão ocorreu após uma das acusadas, se envolver em uma briga com uma vizinha. Verônica Ribeiro Gomes, 18, discutiu com outras duas mulheres e ameaçou uma delas de morte. A PM foi acionada e chegou ao endereço da denúncia. No mesmo horário, Jennifer Moreira Mesquita, 19, estacionava uma moto na casa de Verônica.

Após consultarem a placa do veículo, os policiais descobriram que Jennifer já tinha passagem por tráfico de drogas. Depois ser abordada, a jovem disse que foi até a casa de Verônica para entregar porções de entorpecentes e receber uma dívida.

Durante o processo de prisão a corporação apreendeu R$ 1.600 em espécie, 500 selos de LSD, 300 gramas de crack, cartões de crédito, celulares e uma balança de precisão. As mulheres admitiram que namoram dois homens que cumprem pena no presídio de Anápolis e que estariam continuando os “trabalhos”. As duas foram encaminhadas para Delegacia Central de Anápolis, onde aguardam uma audiência de custódia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.