Eleitores goianos têm menos de 40 dias para regularizar título

Quem não emitir o primeiro documento ou esquecer de fazer o recadastramento biométrico até a data estipulada ficará sem votar este ano

Reprodução

Os eleitores de Goiás têm até o próximo dia 9 de maio para regularizar a situação do título e poder votar nas eleições deste ano, em outubro. Quem perder o prazo não poderá ajudar a eleger seu candidato este ano.

Até a data estipulada, será possível regularizar questões como título cancelado, expedir o primeiro título, fazer transferência de cidade ou local de votação, pagar multa por não ter votado nas últimas eleições ou o próprio recadastramento biométrico. De acordo com o TRE-GO, todas as 246 cidades do Estado já implantaram o sistema.

Em Goiânia, para resolver as pendências, é preciso procurar a Central de Atendimento ao Eleitor, que fica na Avenida T-7, nº 371, Setor Oeste. O expediente ocorre de se­gunda a sexta-feira, das 12h às 18h. É preciso levar documentos pessoais e comprovante de endereço. No in­terior, é necessário procurar os res­pectivos cartórios eleitorais.

O eleitor que não regularizar seu título está sujeito à diversas penalidades como, por exemplo, não poder obter a certidão de quitação eleitoral; não obter passaporte ou carteira de identidade; não renovar matrí­cula em estabelecimento de ensi­no oficial ou fiscalizado pelo go­verno e não poder se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública.

Além disso, fica proibido partici­par de concorrência pública ou ad­ministrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respec­tivas autarquias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.