“Ele não vai sair da presidência e nem do partido”, diz vereadora sobre Vilmar Rocha no PSD

Lucíola do Recanto diz que possível saída de Vilmar não passa de especulações. “Ele tem história no PSD e isso precisa ser lembrado, respeitado e o principal, valorizado”

Vilmar Rocha | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Por Juan Meloni

Nos bastidores da política goiana, tem se falado na possível saída do ex-deputado federal Vilmar Rocha do comando do PSD em Goiás e também dos quadros do partido. Informação essa completamente desacreditada pela vereadora por Goiânia, Lucíola do Recanto (PSD).

“Pra mim, ele não vai deixar o partido. Isso não passou de especulação, jogo político. Por sinal, muito mal articulado”, diz a parlamentar.

Lucíola salientou a importância de Vilmar para a sigla. “Ele tem história, é um político consolidado, tem caráter, princípios e é super visionário. Pra mim, ele não sai de maneira nenhuma. Ele tem história no PSD e isso precisa ser lembrado, respeitado e o principal, valorizado”.

Lucíola do Recanto, ativista da causa animal foi a terceira vereadora mais bem votada | Foto: PSD

A vereadora garante que os boatos são coisas da política. “Ele não vai sair da presidência e nem do partido. São especulações, é normal. Inclusive, está acontecendo também em outros partidos. É um jogo político, mas ele é forte. Eu sou totalmente Vilmar Rocha. Meu apoio é integral e exclusivamente a ele” finalizou.

Henrique Meirelles

A parlamentar comentou sobre a entrada no partido do atual secretário da Fazenda de São Paulo e ex-ministro da Economia, Henrique Meirelles, que também já foi eleito deputado federal por Goiás em 2002, mas abandonou o mandato para ser presidente do Banco Central no governo Lula.

“Meirelles pretende ser candidato ao Senado por Goiás em 2022. “Ele foi super bem recebido, também é muito bem-conceituado, é um bom político, é uma boa pessoa, mas acho que está um pouco cedo para a gente ver isso aí. Acho que a gente tem que esperar chegar o ano que vem até março e todos vamos sentar e verificar qual é o melhor caminho”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.