Doria decide retirar presidente nacional do PSDB da coordenação de campanha

Substituto de Bruno Araújo será o presidente da sigla por São Paulo, Marco Vinholi

O ex-governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência, João Doria (PSDB), anunciou que o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, está fora da coordenação-geral da campanha.

Nesta sexta-feira, 15, a equipe do pré-candidato tucano informou que quem vai substituir Araújo será Marco Vinholi, presidente estadual da legenda em São Paulo. O convite de tornar Bruno Araújo o coordenador da campanha foi realizado em dezembro de 2021, por Doria.

Os motivos para a troca, segundo nota divulgada pela equipe do ex-governador, é de que o presidente do PSDB teria relativizado a candidatura de Dória em declarações recentes. Com isso, a postura de Araújo teria sido “pouco agregadora”, o que teria “motivado a decisão”. 

O presidente nacional da sigla já havia manifestado, em conversa com interlocutores, o descontentamento com Doria. Nesta semana, Araújo teria afirmado que aliança com outros partidos “é maior” do que as prévias da legenda vencidas por Doria, segundo a colunista Mônica Bergamo. Com isso, a candidatura de Doria dependeria de um aval de Cidadania, União Brasil e MDB.

Também nesta sexta, Araújo manifestou alívio pela desvinculação na campanha. Em redes sociais, o presidente do partido informou que cargo era um “comando que nunca fez questão de exercer”, além de que Doria sabia das circunstâncias e o porquê de ter “aceitado” o convite na época, escreveu.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.