Djalma Araújo quer instaurar Comissão Especial de Inquérito para abrir “caixa-preta” da Prefeitura

Com nove das 12 assinaturas necessárias, vereador propõe criação de comissão técnica para descobrir as origens da crise financeira/administrativa do Paço Municipal

djalma-eduardo-nogueira-interna

Vereador Djalma Araújo quer comissão para investigar prefeitura | Foto: Eduardo Nogueira / Câmara Municipal de Goiânia

Não bastasse a mobilização para a derrubada do veto do prefeito Paulo Garcia (PT) ao projeto da data-base dos servidores municipais, outro incêndio promete se alastrar pelos corredores do Paço Municipal nas próximas semanas. Novamente, o combustível sairá da Câmara Municipal.

O vereador Djalma Araújo (SD) finaliza a coleta de assinaturas para a instauração de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), que vai investigar a dívida da Prefeitura de Goiânia, bem como a origem do rombo nas contas públicas.

De acordo com ele, há uma crise mensal de 20 a 30 milhões de reais mensais, além de uma dívida superior a R$ 500 milhões. “Para onde vão os R$ 4,7 bi de orçamento? Onde está o dinheiro para a construção dos 81 CMEIs [Centro Municipal De Educação Infantil]? Cadê os recursos assegurados para o pagamento dos direitos trabalhistas?”, questiona o parlamentar.

Djalma explica, ainda, que há uma “caixa-preta” no Paço Municipal e esta precisa ser aberta urgentemente: “Com a CEI poderemos investigar livremente, solicitar documentos, balancetes e informações da Secretaria de Finanças que temos dificuldade em ter acesso atualmente”.

Caso consiga as assinaturas necessárias, o vereador deve protocolar o pedido de criação já no dia 19 de fevereiro (quinta-feira) — quando retornam os trabalhos da Casa. Serão, ao todo, sete parlamentares na CEI.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.