Diretrizes de drenagem de água devem ser incluídas no Plano Diretor de Goiânia

Vereador Lucas Kitão (PSL) defende que prefeitura seja mais rígida com relação a impermeabilização do solo

Vereador Lucas Kitão | Foto: Alberto Maia / Câmara Municipal

Em ano de atualização do Plano Diretor, a discussão em torno do problema de escoamento da água na capital ganha força. O vereador Lucas Kitão (PSL) diz que incluirá diretrizes de drenagem no documento que institui a política de desenvolvimento e expansão urbana de Goiânia.

“Na Comissão de Meio Ambiente, eu e o presidente Gustavo Cruvinel (PV) já realizamos o esboço e o começo de um plano diretor de drenagem pra Goiânia. A gente acredita que drenando bem a água, evitando alagamentos e enchentes, nós vamos poder levar toda essa água pra revitalizar o Meia Ponte junto com outras medidas, claro, e principalmente cobrar dos órgãos o tratamento correto tanto da água quanto do esgoto”, afirmou.

Segundo o vereador, Goiânia não tem um plano diretor que trata do problema da drenagem da água. “Existe uma lei complementar que põe algumas diretrizes, mas nada que a gente enxergue uma solução rápida para a cidade”, explica.

Para ele, a solução mais rápida para o problema é impor limites na impermeabilização do solo e estabelecer diretrizes pra que os empreendimentos drenem melhor a água.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.