Amilton Filho (Solidariedade) é contra a proposta e teme que medida possa impactar em aumento no valor do combustível

Amilton Filho afirma que incentivos fiscais são necessários | Foto: Divulgação/Alego

O deputado estadual Amilton Filho (Solidariedade) lamentou a revogação dos incentivos fiscais à produção de álcool anidro pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ). Segundo o deputado, a preocupação é com a manutenção de empregos e competitividade do produto.

“A revogação abrupta do incentivo causa impacto negativo por não permitir tempo ou planejamento da transição”, afirmou Amilton Filho. “Votei contra por entender que o projeto não está maduro para ser votado.” Além disso, o deputado expressou apreensão com o desconhecimento acerca de quanto o preço dos combustíveis em Goiás aumentará. 

Dezessete cidades em goiás produzem álcool anidro e serão afetadas pelo fim de subsídios. São elas: Rubiataba, Goianésia (duas usinas), Carmo do Rio Verde, Itapuranga, Anicuns, Mineiros, Santo Antônio da Barra, Paraúna, Jandaia, Santa Helena de Goiás, Turvelândia, Goiatuba, Serranópolis, Caçu, Quirinópolis, Itumbiara e Cachoeira Dourada