Detento que fez viagem pela Itália segue isolado em presídio goiano

Custodiado esteve em zona considerada de risco, pelo Ministério da Saúde, devido casos de infecção por coronavírus

Casa de Prisão Provisória em Aparecida de Goiânia / Foto: Vitor Santana/G1

Preso na última quinta-feira, 27, no aeroporto de Goiânia, após ser denunciado por diversas fraudes, o homem está em isolamento na enfermaria da Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia. De acordo com a Gerência Biopsicossocial da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), ele passou recentemente pela França e Itália, país onde os dois brasileiros que tiveram resultados de diagnósticos positivos para coronavírus estiveram.

O órgão mantém o custodiado em quarentena como medida preventiva, de acordo com protocolo determinado pelo Ministério da Saúde (MS). Segundo os procedimentos, “pessoas que passaram pela zona considerada de risco devem ser avaliadas e devidamente assistidas, mesmo sem manifestação de sintomas”, informou nota da Gerência.

A nota diz, ainda, que “[A Gerência Biopsicossocial da DGAP] segue atenta ao restante da população carcerária e servidores, mesmo o caso em isolamento não tendo apresentado sintomas da doença”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.