Deputados de oposição saem em defesa de secretário de Segurança Pública

Ricardo Balestreri foi defendido após parlamentares da base reclamarem que o titular da pasta estaria se recusando a recebê-los

Ricardo Balestreri e delegada Adriana Accorsi | Divulgação

Deputados estaduais de oposição têm saído em defesa do secretário de Segurança Pública Ricardo Balestreri, depois de críticas de parlamentares aliados. Na última terça (19), o líder do governo na Assembleia, Francisco Oliveira (PSDB), subiu no plenário para reclamar do titular da pasta. Segundo ele, Balestreri teria se recusado a atender parlamentares da base e chegou a citar cinco deputados que teriam tido o convite negado para audiência.

Balestreri foi defendido, durante a sessão, pelos deputados Humberto Aidar (PT) e Isaura Lemos (PCdoB), ambos de oposição. Nesta quinta-feira (21/9), a deputada Adriana Accorsi (PT) emitiu nota, também em defesa do secretário.

“Adriana agradece a dedicação e o esforço de Balestreri, em estruturar e melhorar a segurança em nosso Estado, e afirma que ele sempre a recebeu prontamente mesmo sendo de oposição”, diz a nota.

No texto, a delegada afirma que reconhece os avanços que a segurança de Goiás têm tido sob a administração de Balestreri e assevera que o secretário atua de forma técnica e não possui uma visão simplista do setor.

Além dos deputados de oposição, o Comitê Integrado de Representação das Entidades de Segurança Pública de Goiás também saiu em defesa do titular por meio de nota.

“O Comitê tem a convicção que, nos últimos tempos, a Segurança Pública jamais esteve tão bem representada em Goiás, com projetos realmente construídos em prol da sociedade e das forças de segurança, ainda que os resultados demandem médio e longo prazo”, defende.

Em outro trecho do comunicado, o comitê diz esperar que os deputados críticos de Balestreri “reconheçam que foram inapropriadas as palavras direcionadas àquele que tem demandado forças reais pela transformação da segurança pública do Estado, sem que para isso faça do espaço ocupado, um palco político”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.