Deputados da Segurança Pública querem que Previdência do setor seja discutida em outro momento

Autor da emenda, Eduardo Prado (PV) explica que isso se daria por meio de uma emenda que remeta a uma Lei Complementar posterior

Eduardo Prado (PV), autor da emenda | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Os deputados estaduais que compõem a bancada da Segurança Pública na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) querem que a reforma da Previdência do setor seja discutida em outro momento e não mais na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que tramita na Casa.

O deputado Delegado Eduardo Prado (PV), autor da emenda que trata do tema, explica que isso se daria por meio de uma emenda que remeta a uma Lei Complementar posterior que estabeleça critérios para aposentadoria e pensão por morte.

De acordo com o parlamentar, isso abriria brechas para discutir a Previdência dessas forças no futuro. Entretanto, essa sugestão não foi bem recebida no Governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.