Deputados comentam requerimento que prevê celeridade na construção de presídios no Entorno

Lêda Borges defende que todas as obras paralisadas sejam retomadas. Sorgatto diz que obras na área da Saúde devem ser priorizadas

Foto: Reprodução

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) falou ao Jornal Opção sobre o requerimento, de autoria do deputado Cairo Salim (PROS), que pede celeridade do governo estadual em relação às obras de presídios no Entorno do Distrito Federal. Segundo a parlamentar, todas as obras que estão paralisadas e que beneficiarão a população goiana precisam ser retomadas.

“Temos Itegos com 95% das obras concluídas, que precisam ser entregues à população”, afirmou Lêda. Para ela, “seja por mudança de gestão ou porque faltou o pagamento de alguma fatura já empenhada ou não empenhada, não importa, as obras precisam ser retomadas para beneficiar o povo”.

Já Diego Sorgatto, também do PSDB, avalia que não precisa existir o projeto para que os parlamentares peçam essa celeridade. “Essa é uma decisão de governo. Nós temos carências em várias áreas na região do entorno, a questão dos presídios é uma delas”, disse.

Para o deputado, no entanto, existem outras prioridades para a região.  “É preciso concluir as obras do Hospital de Águas Lindas, estadualizar o hospital de Luziânia que está fechado há mais de três anos, melhorar o transporte coletivo, construir escolas”, elencou ao dizer que o presídio seria a última das necessidades no momento.

“O governador tem um compromisso muito forte com a região do Entorno e tem me envolvido em todas as discussões neste sentido”, concluiu Sorgatto ao citar o fortalecimento da RIDE Goiás como iniciativa essencial para garantir a destinação de recursos à região.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.