Deputado quer identificação biométrica em estádios de futebol de Goiás

Projeto de lei de autoria do petista Luis Cesar Bueno pretende reforçar segurança durante os jogos

Deputado Luis Cesar Bueno | Foto: Marcos Kennedy

Tramita na Assembleia Legislativa de Goiás o projeto de lei n°3158/17, de autoria do deputado Luis Cesar Bueno (PT), que trata sobre a utilização de sistema de identificação biométrica nas entradas e de sistema de monitoramento por imagem em toda a área de uso comum de estádios, nos dias de jogo de futebol, no âmbito do Estado de Goiás.

De acordo com o parlamentar, o Brasil lidera a lista de violência entre torcedores, seguido por Argentina e Itália. O petista ressalta que essa realidade violenta, as mortes ligadas ao futebol e as brigas estão invariavelmente relacionadas às torcidas organizadas.

“O governo vem trabalhando para reduzir o índice de violência dentro e fora dos estádios, mas é preciso que sejam adotadas ações para evitar confronto entre as torcidas”, destaca.

Bueno lembra que, somente entre os anos de 2013 e 2015, o país registrou 53 mortes em brigas de torcidas. Segundo ele, ações e projetos multidisciplinares devem ser implementados num plano estratégico de combate à violência nos estádios.

O parlamentar avalia que, de uma forma geral, a violência no futebol é resultado da ineficácia dos planos de ação do estatuto do torcedor, que não estabelece medidas de segurança, com procedimentos operacionais e conscientização de torcedores. “É fundamental educar as torcidas para que consigam conviver com respeito e tolerância”, finaliza. (Da Alego)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.