Deputado denuncia redução de vagas para veículos comuns e de aplicativos no Aeroporto

Parlamentar faz requerimento para que o Procon Goiás tome providências e para que Iris Rezende explique as mudanças

“Diminuíram os locais de embarque e desembarque para jogarem essas pessoas para o estacionamento que é pago”, denuncia o parlamentar | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O deputado estadual Delegado Eduardo Prado (PV) apresentou requerimento para ampliar as vagas para embarque e desembarque de passageiros no aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia. Também pediu aumento nas vagas para motoristas de aplicativo nas áreas de embarque e desembarque.

“Diminuíram os locais de embarque e desembarque para jogarem essas pessoas para o estacionamento que é pago”, justificou o parlamentar. “Apresentei requerimento encaminhado ao Superintendente do Procon Goiás para que faça essa investigação, esse trabalho de fiscalização e intervenção junto à Prefeitura de Goiânia, porque isso é um abuso contra o consumidor. É prática e deve ser combatida nos termos do Código de Defesa do Consumidor”, apontou.

O deputado declarou ter encaminhado outro requerimento ao prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) para que a diminuição das vagas fosse justificada. “Porque o que estamos vendo aqui é uma indústria de multa para arrecadação de dinheiro essas câmeras que foram instaladas para flagrarem essas pessoas que estão vindo aqui utilizar os serviços do aeroporto”.

Resposta da SMT

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT) informa que sobre a do sistema de videomonitoramento no Aeroporto “visa garantir o fluxo de veículos e o embarque e desembarque de passageiros com tranquilidade” e que “amplia a capacidade de fiscalização”. Ainda de acordo com o órgão, “o objetivo não é punir o motoristas, mas minimizar o risco de acidentes e oferecer mais segurança a todos”.

Confira a íntegra da nota:

A SMT informa que trabalha para promover a segurança e a fluidez no trânsito em Goiânia e que o sistema de videomonitoramento amplia a capacidade de fiscalização. Que o objetivo não é punir o motoristas mas minimizar o risco de acidentes e oferecer mais segurança à todos. O projeto iniciou pelo Parque Vaca Brava, pelo Corredor Universitário, seguiu pelo Aeroporto de Goiânia e será expandido para outras áreas da capital. O videomonitoramento no Aeroporto visa garantir o fluxo de veículos e o embarque e desembarque de passageiros com tranquilidade. Nos dois anéis de acesso ao saguão principal do Aeroporto, não é permitido estacionar, mas é permitido parar para embarque e desembarque, não existindo um tempo determinado para isso. Mas tanto motoristas de aplicativo como demais motoristas devem respeitar o princípio de apenas embarcar ou desembarcar passageiros na área e, logo em seguida retirar o veículo da vaga. Sobre o estacionamento, a área é privada e pertence à Infraero, mas a SMT já fez gestões junto à superintendência para verificar a possibilidade de implantação de um estacionamento alternativo no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.