Depois de nove meses fechado, Mutirama deve voltar a funcionar em julho

“‘Segurança’ é a palavra principal para que o parque volte a funcionar definitivamente”, diz o presidente da Agetul, Alexandre Magalhães

Foto: Marcelo Gouveia

Depois de diversas datas previstas para a reabertura, o Parque Mutirama de Goiânia deve voltar a funcionar, definitivamente, apenas em julho. O presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), Alexandre Magalhães, disse que ainda há peças faltando para alguns brinquedos.

“O serviço é burocrático, são peças foram importadas da Europa e por isso estão havendo atrasos”, explica Alexandre que frisou a palavra “segurança” várias vezes quando se referiu à reabertura do parque no períodos das férias.

Ao todo são 32 atrações. O orçamento das readequações é estimado em R$ 300 mil mais o valor de R$ 298 mil pagos à empresa Belle Engenharia, responsável pela fabricação dos laudos.

Interdidato

O Parque Mutirama está fechado desde julho de 2017, quando um dos brinquedos sofreu uma pane deixando 13 pessoas feridas. Desde então, o local foi interditado e virou alvo de investigações.

Deixe um comentário