Defesa de Daniel Messac diz que “são falsas as acusações do MP-GO”

Advogado do deputado afirma que o parlamentar não está atrapalhando as investigações da Operação Poltergeist

A Defesa do Deputado Daniel Messac declarou no fim da tarde desta quinta-feira (8/11) que “são falsas as acusações do Ministério Público do Estado de Goiás (MO-GO) de que estaria atrapalhando as investigações ou o andamento do processo”.

Segundo a nota enviado pelo seu advogado, Leandro Silva, “toda a Operação Poltergeister iniciou com o depoimento mentiroso de uma pessoa chamada Natã Michael Pereira Cruvinel,  que afirmou ser servidor fantasma no gabinete do Deputado Daniel Messac”.

Ainda conforme explica a defesa, “há documentos oficiais e testemunhas que provam que ele nunca teve vínculo com o gabinete, nem mesmo contato com o parlamentar. Contudo, não há interesse que ele mude seu depoimento, pois a prova de que ele mentiu desacreditará toda a operação. Inclusive, deverá Natã explicar o motivo de ser qualificado como testemunha e não estar entre os réus, embora ele tenha confessado ser um ‘servidor fantasma'”.

O advogado reforçou, ainda, que “tudo isso é uma grande armação com a finalidade de prejudicar o congressista e arrefecer os argumentos de sua defesa”.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.