Defesa de Baldy recorre ao STF: prisão é considerada arbitrária

Segundo advogados, teor da reclamação contra decisão do juiz federal Marcelo Bretas não pode ser divulgado

Alexandre Baldy Foto: reprodução

A defesa de Alexandre Baldy protocolou, nesta sexta-feira, 7, uma reclamação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela operação, no Rio de Janeiro, que levou à sua prisão temporária na quinta-feira, 6. A ação foi parte da Operação Dardanários, desdobramento da Lava Jato.

Segundo informações, os advogados do secretário estadual licenciado de Transportes Metropolitanos de São Paulo considerariam a prisão “arbitrária”. Os advogados teriam informado que o teor da reclamação não pode ser divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.