Defensoria Pública pede punição a Ratinho por declarações homofóbicas

Denúncia considera de teor homofóbico falas ditas em vídeo publicado pelo apresentador na última quarta-feira

A Defensoria Pública de São Paulo ofereceu uma denúncia administrativa na Secretaria de Estado de Justiça e Defesa da Cidadania contra o empresário e apresentador Carlos Roberto Massa, conhecido como Ratinho, por ter considerado que suas falas em um vídeo divulgado na última quarta-feira (3/1) têm teor homofóbico.

Ratinho, causou polêmica ao questionar a quantidade de homossexuais nas novelas da Rede Globo. Ao comentar a minissérie “Entre Irmãs”, exibida após a novela das 21 horas que tem como palco o sertão de Alagoas nos idos de 1920, ele critica a decisão da emissora adversária de retratar o que chama de “viados”.

“Eu estava vendo a novela aqui da Globo, um negócio de cangaceiro e tal, porque temos que olhar quem está concorrendo com a gente e tal. Mas, ‘pô’, a Globo colocou viado até em filme de cangaceiro, gente!”, disse.

Segundo Ratinho, “naquele tempo” não existiam homossexuais: “Você acha que tinha viado naquele tempo? É muito viado. É viado as 6 da tarde, é viado nas 8 da noite, é viado as 10 da noite. É muito viado. Eu não sei o que tá acontecendo, não tem tanto viado assim. Ou tem? Será?”, arrematou.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deusimar Pedro de Oliveira

Ele não mentiu, o problema é que a globo esta abusando do homossexualismo,todos sabemos que tem muito no mundo.Mas querer colocar nas nossas casas e tratar como se fosse uma coisa normal ai é demais,ainda bem que existe o controle remoto.