De mudança para nova sede, sistemas de tecnologia da Alego serão suspensos a partir desta quinta-feira

Os gabinetes dos 41 deputados da Casa estão em processo de encaixotamento e de empacotamento para a transferência da sede para o Park Lozandes, que recebe o nome de Palácio Maguito Vilela

A partir da manhã desta quinta-feira, 13, todos os sistemas da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) serão desativados, tanto internos como externos (telefone, portal de notícias, Opine Cidadão, Intranet, etc). A suspensão vai ocorrer devido a continuidade ao processo de mudança para a nova sede da Alego, situada no Parque Lozandes, em Goiânia. Quem fez o comunicado foi o diretor de Tecnologia da Informação, Fagner Gonçalves.

Até o momento, todos os gabinetes dos 41 deputados da Casa estão em processo de encaixotamento e de empacotamento para a transferência da sede para o Park Lozandes, próximo ao Paço Municipal, que recebe o nome de Palácio Maguito Vilela, uma homenagem ao político que faleceu devido a Covid-19, no início de 2021. Até o dia 15 de fevereiro, ao menos os gabinetes dos 41 deputados estaduais estarão transferidos para nova sede. A próxima sessão ordinária da Casa está prevista para esse mesmo dia, já na casa nova. Os gabinetes estão em fase de mudança, de encaixotamento e de transferência para a nova sede.

Com isso, todo trabalho da TI está sendo desenvolvido para realização da sessão solene de instalação da quarta sessão legislativa ordinária da 19ª Legislatura que deve ocorrer no próximo dia 15 de fevereiro, às 15 horas, já na nova sede do Legislativo. “Estamos trabalhando para reestruturar o sistema da Casa na nova sede. A previsão de volta é para o dia 20 deste mês”, explicou Fagner.

O destino do Palácio Alfredo Nasser, antiga sede do Legislativo, ainda é incerto, mas será feito pelo prefeito de Goiânia e a execução desta transferência será feita pela pasta ou órgão do Paço Municipal. Em meio a incertezas, há conversas sobre o prédio se tornar museu e até mesmo de que a Câmara Municipal de Goiânia pode ser transferida para o palácio. No entanto, a fase é apenas de especulações, porque o prédio sequer foi devolvido para o Paço Municipal, que é quem vai definir a nova função dele. Até o momento, segundo a assessoria do prefeito Rogério Cruz (Republicanos), a administração ainda não definiu o uso do imóvel. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.