Datafolha: mais de 60% dos eleitores do Bolsonaro se informam pelo WhatsApp

Plataforma de troca de mensagens e Facebook são as redes mais utilizadas pelos entrevistados na pesquisa

Foto: Reprodução

De acordo com a pesquisa do Datafolha, divulgada na terça-feira (2/10), seis em cada dez eleitores do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) se informam pelo WhatsApp. Entre os candidatos com maiores índices de intenção de voto, os eleitores de Bolsonaro são os que mais se informam pelas redes sociais, segundo a pesquisa.

O Facebook e o WhatsApp são as redes mais utilizadas pelos eleitores que responderam à pesquisa Datafolha. Há, ainda, aqueles que assistem vídeos sobre política. Nesse quesito, os eleitores de João Amoêdo (NOVO) ganham com 69%. Entre os de Bolsonaro, 64% se informam por vídeos.

A pesquisa mostra que, entre os eleitores do candidato do PSL, 61% afirmaram que leem as notícias no Whatsapp. Outros 40% disseram que costumam compartilhar essas notícias na rede social. Já entre o eleitorado de Ciro Gomes (PDT), 46% usam o Whatsapp para ler notícias e 22% compartilham. Depois deles, os eleitores de Fernando Haddad (PT) são 38% e 22% respectivamente e os de Geraldo Alckmin (PSDB), 31% e 13%.

No entanto o candidato que tem mais eleitores com contas nas redes sociais é João Amoêdo, com 96% deles cadastrados em alguma das plataformas. Depois dele, Bolsonaro tem 81% dos seus eleitores cadastrados, Ciro Gomes, 72%, Haddad 52% e Alckmin 53%.

Ainda entre os eleitores de Bolsonaro, 57% se informam pelo Facebook e outros 31% compartilham informações relacionadas à eleição pela plataforma. Metade dos eleitores de Ciro usam o Facebook para se informar, ou seja, 50%, e 22% compartilham por lá. O eleitorado dos dois candidatos é seguido pelas pessoas que votam em Haddad e em Alckmin no ranking dos que utilizam a plataforma para se informar.

Os números no comparativos entre os candidatos do PDT, do PT e do PSDB mostram que os eleitores de Ciro Gomes são mais participativos no meio digital que os de Haddad e Alckmin. O Datafolha ouviu 3.240 pessoas durante a terça-feira (2/10). A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob a identificação BR-03147/2018.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.