Crianças permanecem na fila de espera dos Cmeis de Goiânia e Prefeitura não responde

Mãe relata descaso da Secretaria de Educação ao receber encaminhamento de solicitação de vagas

Foto: Divulgação

Ainda em contato com fam├¡lias que precisam de vagas nos Centros Municipais de Educa├º├úo Infantil (Cmeis), o┬áJornal Op├º├úo apurou que crian├ºas permanecem na fila de espera e lidam com descaso da Prefeitura de Goi├ónia quando v├úo solicitar o que lhes ├® direito.

A assistente em Recursos Humanos, Ana Paula, que conseguiu um emprego após dois anos desempregada, conta que o máximo que ocorreu nos últimos meses foi que seu filho, de 3 anos, subiu da 54ª colocação na fila do Cmei do Jardim Liberdade para a 49ª.

Ela foi ao Conselho Tutelar de sua regi├úo, onde recebeu uma carta de encaminhamento para ser entregue na Secretaria Municipal de Educa├º├úo (SME). L├í, ela relata que foi mal atendida e nunca recebeu resposta. “Fui mal recebida, falaram que me responderiam em 10 dias, mas j├í se completaram 20 e at├® agora nada”, relata.

Para n├úo ter que abrir m├úo do servi├ºo, Ana Paula tem pagado uma creche particular, mas com muito sacrif├¡cio. “Estou tendo que tirar de onde n├úo podia para conseguir pagar as mensalidades, s├│ tem 30 dias que comecei no novo emprego, n├úo queria ter que escolher entre cuidar do meu filho e ter uma renda”, explica.

Na Defensoria Pública, a assistente de RH tentou seguir o recomendado pelo órgão. Mas relata que há uma resistência por parte das escolas particulares em fornecer um orçamento para quem busca vaga em Cmeis.

Isso, porque, a defensoria pede que os interessados comprovem preços de duas escolas privadas próximas ao Cmei almejado para que se possa pedir para a Prefeitura arcar com a despesa, caso não garanta a vaga no ensino público. Essa medida seria possível por meio de um bloqueio de contas impetrado pelo órgão.

A coordenadora do N├║cleo de Defensorias Especializadas da Inf├óncia e Juventude da Capital, Bruna Xavier, relata que ├® pedido para as pessoas que levem a p├ígina que mostra a posi├º├úo na fila de espera, documentos pessoais e, tamb├®m, or├ºamento em duas escolas particulares pr├│ximas ├á resid├¬ncia do solicitante.

ÔÇ£Isso, porque vamos entrar com a├º├úo para que o juiz determine ├á secretaria a disponibiliza├º├úo da vaga ou bloqueio de contas do Munic├¡pio para pagar pelo ensino privadoÔÇØ, detalha. Para isso, os respons├íveis interessados na vaga devem, tamb├®m, levar um comprovante de renda para provar a insufici├¬ncia financeira para bancar do pr├│prio bolso.

O┬áJornal Op├º├úo entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educa├º├úo, que n├úo respondeu at├® a publica├º├úo desta mat├®ria. O espa├ºo est├í aberto para manifesta├º├úo da pasta.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.