Cratera que impede fluxo de veículos na GO-060 reflete descaso com rodovias goianas

Medidas provisórias de manutenção da pista não resistiram e fizeram trecho desmoronar

Foto: Divulgação

Importantes rodovias de Goiás estão em estado de calamidade. Esse é o relato de diversos usuários que trafegam diariamente pelos trechos que ligam os municípios goianos. Populares já se mobilizaram para reivindicar ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), uma atenção especial às GO’s e outros trechos que dão acesso a importantes regiões do Estado.

Como mostrado pelo Jornal Opção, o ano de 2019 teve início com mais de 30 prefeituras estabelecendo parcerias com a antiga Agetop — que hoje atende por Agência Goiana de Transporte e Infraestrutura (Goinfra) — para recuperação de rodovias que cortam o interior de Goiás. Por meio do Termo de Cooperação Técnica, foram elaboradas ações emergenciais de recuperação da malha viária de diversos trechos.

Até que tudo saia do papel, ações emergenciais estão sendo tomadas nos pontos mais críticos. A precariedade de certas localidades é tamanha que a justiça determinou na última quarta-feira, 6, que o Governo do Estado colocasse quatro barreiras, em no máximo 48 horas, para controlar o tráfego em trechos de duas rodovias com problemas estruturais.

Por meio de nota,  a Goinfra se posicionou dizendo que já iniciou obras de reparo na GO-173, no trecho no trecho entre Israelândia e Jaupaci, e na GO-060, entre Iporá e o trevo de Moiporá.

Quanto à última, um de seus trechos se agravou na madrugada deste domingo, 10, o que gerou a interdição total da pista. Devido a fortes chuvas no local, as medidas provisórias de manutenção da pista não resistiram, resultando na formação de uma cratera de tamanho suficiente para impedir o fluxo de veículos nos dois sentidos da via.  

A Goinfra já havia se pronunciado na última quinta-feira, 7, dizendo que em cumprimento da decisão judicial, teria dado início aos procedimentos para instalação de barreiras na região. O órgão também ressaltou que a nova gestão já havia realizado vistoria técnica e que as citadas rodovias possuíam condições de trafegabilidade.

O posicionamento se deu em alusão a determinação do juiz Marcos Lopes Filho, de Israelânida, que, após vistoria no local, determinou a instalação de barreiras a fim de proibir que veículos pesados transitassem pelo trecho.

Caiado também visitou o local onde, diante da situação, teceu críticas às gestões anteriores. Segundo o democrata, seu governo não irá admitir “obras malfeitas que durante as chuvas são totalmente destruídas”. Por fim, disparou: “Chega de tapeação, chega de falar que asfaltou milhares e milhares de quilômetros sendo que, na verdade, eles não suportam a chuva”.

Por meio de nota, a Goinfra informou que assim que tomou conhecimento do ocorrido na GO-060 encaminhou ao local “equipes para averiguação técnica e para medidas de recuperação que garantam trafegabilidade ao trecho”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.