Covid-19: aeronave com primeira remessa da Pfizer/BioNTech pousa no Brasil

Carregamento de um milhão de doses é primeiro de 100 milhões acordados com governo federal

Avião com carregamento da vacina Pfizer/BioNTech | Foto: Reprodução/TV Brasil

Por volta de 19h44 desta quinta-feira, 29, a aeronave com carregamento de um milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 pousou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo. O primeiro lote que chega ao Brasil faz parte de um contrato de compra de 100 milhões de doses do governo federal. O desembarque é acompanhado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O voo saiu da Bélgica com escala em Miami, nos Estados Unidos, antes de aterrissar em Viracopos, com atraso de 22 minutos. O esquema de segurança envolve pelo menos 120 profissionais e a Polícia Federal. As doses serão encaminhadas para um centro de distribuição do governo federal em Guarulhos, São Paulo, onde serão mantidas em câmaras frias de -70ºC. A distribuição será iniciada nas 27 capitais brasileiras entre sexta, 30, e sábado, 1º. A divisão ocorre de maneira proporcional.

Apesar de ter sido recusada em três ofertas formais no ano passado ao Ministério da Saúde, a vacina foi a primeira a obter registro definitivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A compra das 100 milhões de doses foi acordada em março deste ano e a previsão é que todas sejam entregues até o final do terceiro trimestre de 2021. A vacina da Pfizer/BioNTech pode ser administrada em pessoas de 16 anos para cima e em duas doses com intervalo de 21 dias. A vacina apresentou, em testes publicados na revista científica The Lancet, 70% de eficácia quando aplicada a primeira dose, e 85% após uma semana da segunda administração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.