Confira o perfil e os projetos das “candidatas” à posição de primeira-dama em Goiás

Jornal Opção conversou com as esposas dos governadoriáveis sobre expectativas e o papel da mulher na campanha de 2018

Fotos: Divulgação

Matheus Monteiro e Mayara Carvalho

Apesar de não estarem registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO) e não aparecerem nas urnas de votação, as mulheres dos candidatos ao governo de Goiás podem ter papel importante na corrida eleitoral e diante à possibilidade assumir a posição de primeira-dama do Estado.

Em conversa com o Jornal Opção, Fabrina Muller Figuerêdo, Claudete Garcia e Iara Netto, esposas de José Eliton (PSDB), Weslei Garcia (PSOL) e Daniel Vilela (MDB), respectivamente, contaram as expectativas, experiências e projetos que têm para os próximos meses – ou até anos.

Apesar de várias solicitações da reportagem, a assessoria da esposa do senador Ronaldo Caiado (DEM), Gracinha Caiado, ainda não agendou uma entrevista.

Confira o perfil de cada uma:

Fabrina Muller

Foto: Divulgação

Atualmente primeira-dama de Goiás, Fabrina Müller Figuerêdo é formada em Direito, já foi professora, trabalha atualmente na área da Pecuária e estuda Gastronomia, que considera sua grande paixão. Em caso de reeleição de José Eliton, ela pretende manter os projetos atuais e incluir novos, mas deixa claro que a mulher de um chefe de Estado eleito não é uma funcionária pública. “Ela é anfitriã da casa, ela recebe as pessoas. É muito mais um conceito de mulher para as outras pessoas. Uma mulher normal como outra qualquer que tem o papel fundamental da sensibilidade”, explicou.

Fabrina afirma que, atualmente, faz o que chama de visitas técnicas e, a partir disso, busca criar novas programas, principalmente para a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), da qual é presidente interina.

“Acredito muito no voluntariado. Estamos trabalhando agora em um projeto para os que estão em situação de rua. A ideia é utilizar a estrutura do Restaurante Cidadão, trazer instituições para atuarem ali e ainda colocarmos banheiros para essas pessoas tomarem banho se precisarem”, anunciou.  Além disso, adiantou ela, pretende manter atualizar constantemente todos os programas atuais.

Quanto à campanha eleitoral, Fabrina lembra que, neste ano, assumiu uma das frentes da coligação Goiás Avança Mais, dividida em cinco trabalhos. “Subo nos carros e levo as bandeiras dos candidatos da coligação. É uma forma de ter um termômetro, e eu vejo que as pessoas estão muito receptivas”, declarou.

Por fim, a atual primeira-dama garante que sempre é ouvida por José Eliton em diversas questões, e elogia a presença feminina na chapa. “Sou muito feliz pelo fato de termos uma mulher como vice. Sou fã da Raquel Teixeira, não só por ser mulher, mas por ter capacidade técnica. Ela é extremamente inteligente, nós mulheres estamos bem representadas”, comemorou.

Iara Netto

Foto: Divulgação

Mulher do deputado federal Daniel Vilela, a administradora Iara Netto também é jovem como o marido, e acredita justamente na renovação que o candidato pode trazer para Goiás. “O Daniel é uma pessoa muito comprometida com seu trabalho. Ele trouxe já como deputado várias emendas para Goiás. Hoje ele é presidente da CCJ, sempre foi uma pessoa muito comprometida”, elogiou.

Seu papel, segundo ela, enquanto mulher de um político, é somar. “Eu venho como mulher, como mãe de família, como dona de casa. Venho a acrescentar”, explicou, prometendo focar em questões sociais caso assuma o posto de primeira-dama do Estado. “Se vier essa responsabilidade, vou fazer da melhor forma possível, sempre focando na renovação, fazer de uma forma diferente”, declarou.

A sua proposta, então, englobaria “amparar as pessoas e dar uma forma de saída.”. “As mulheres, principalmente, precisam ganhar auto estima. Podemos prepará-las para alguns tipo de trabalho, para que elas tenham orgulho de ajudar a formar o filho e auxiliar o esposo a sustentar a casa”, garantiu, dizendo que já formou um grupo de mulheres que participariam do projeto.

Ela afirma que já participa de eventos sociais e gosta de frisar que não é política. “Participo com um visão de mulher, dona de casa, sei o que uma mãe, uma trabalhadora precisa”, diz.

Há pouco mais de uma semana do início da campanha, Iara ainda considera complicada uma análise a respeito das pesquisas e do cenário eleitoral. “Quando a campanha de rua se intensificar, é que as pessoas vão conhecer o Daniel de verdade e ver que, apesar da própria idade, ele já tem uma experiência muito grande”, prometeu.

Claudete Garcia

Foto: Divulgação

Mulher do candidato do PSOL, Claudete Garcia também está presente nas eleições como candidata a deputada federal pelo mesmo partido. “Coloquei meu nome à disposição na esperança de conseguirmos uma mulher no cargo”, disse.

Sobre o marido, Weslei Garcia, Claudete já enxerga esse início de campanha como positiva. “A princípio, ele está muito bem. Acho que está conseguindo mostrar o que precisa mudar em Goiás. Eu enxergo como uma vitória já conquistada pelo meu esposo. Ele tem mostrado firmeza, é uma pessoa, honesta, digna de cada voto que receber”, declarou.

O que foi feito até agora, segundo ela, já é bastante satisfatório. “Se não ganharmos, vamos mudar muito as opiniões e cabeça do povo, que é a mudança. Não é só com o governo que as coisas melhoram, é com o povo”, celebrou.

Segundo a também candidata, o papel de primeira-dama é muito importante, principalmente na área social do Estado. “Como mulher, mãe e professora, tenho olhar sensível. Goiás precisa desse olhar diferenciado para colaborar”, descreveu.

Sem citar projetos específicos, Claudete prometeu que focaria na Educação para ajudar no desenvolvimento de Goiás. “Temos que valorizar os profissionais da área, os servidores, a merendeira, o guarda, todos envolvidos”, concluiu.

Gracinha Caiado

As entrevistas foram realizadas na última semana e a mulher do candidato Ronaldo Caiado (DEM), Gracinha Caiado, não pôde responder aos questionamentos por problemas pessoais. A reportagem tentou mais um contato nesta segunda-feira (27/8) e ainda aguarda um posicionamento. O espaço está aberto e será atualizado assim que houver manifestação.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.