Com mais de 218 mil infectados pelo coronavírus, governo estadual anuncia barreiras sanitárias em municípios turísticos no feriado

Após registros de aglomerações nos últimos feriados, Comitê de Enfrentamento irá realizar força-tarefa para evitar novos descumprimentos dos protocolos de segurança contra Covid-19

Barreira sanitária em Aruanã | Foto: Reprodução

Após os últimos feriados terem lotado as cidades turísticas do Estado, em que pessoas descumpriam as medidas de sanitárias de distanciamento e uso de máscaras, o governo estadual, por meio do Comitê Permanente para Enfrentamento à Covid-19, irá realizar uma força-tarefa nos principais dez municípios turísticos de Goiás no feriado do dia 12 de outubro.

Na data, é comemorado o Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, e a operação deve ser iniciada na próxima sexta-feira, 9, para evitar aglomerações nesses municípios.

Órgãos como a Polícia Militar, Goiás Turismo, Ministério Público de Goiás, Defensoria Pública, Judiciário, Legislativo e prefeituras de 20 municípios com maior fluxo de turismo estarão engajadas na ação de combate ao coronavírus.

Nesta segunda-feira, 5, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) informou 218.315 registros da doença em território goiano. O número representa um incremento de 1.913 novos casos em Goiás nos registros das últimas 24 horas. A incidência dos casos é de 3.110 a cada 100 mil habitantes.

Em entrevista no Palácio das Esmeraldas, o governador Ronaldo Caiado (DEM) deixou claro que apenas turistas com reserva prévia serão autorizados a entrar nos municípios monitorados. “Serão feitas triagens na entrada das cidades para que não haja um fluxo como aquele que assistimos no 7 de setembro, Dia da Independência. Essa é nossa posição, não será apenas neste feriado, mas em todos que virão”, informou.

Operação

A operação será iniciada às 8h de sexta, 9, nos municípios de Aruanã, Britânia, Buriti Alegre, Aragarças, São José dos Bandeirantes, Pirenópolis, Caldas Novas, São Simão e Alto Paraíso, além dos distritos de Itacaiú (Britânia) e Luiz Alves (São Miguel do Araguaia). Em Pirenópolis e Aruanã, barreiras sanitárias serão instaladas e os visitantes deverão comprovar reserva ou comprovante do local de estadia.

“Além desta medida, vamos reforçar o efetivo no patrulhamento para evitar aglomerações em praças, nos postos, som automotivo e qualquer coisa que cause aglomeração de pessoas”, explicou o porta-voz da Polícia Militar, tenente-coronel Allan Pereira Cardoso.

Embora no Estado já se tenha 207.868 recuperados da Covid-19, a incidência das vítimas fatais é de 69 a cada 100 mil habitantes, o que aponta uma letalidade de 2,23%. Em Goiás, somam 4.868 óbitos desde o início da pandemia. Outros 251 casos de morte suspeita são investigados.

Para a força-tarefa, serão destinados mais de 258 policiais militares, que irão se somar ao efetivo que já atua dentro dos municípios. O Batalhão Ambiental também participará de ações especiais no Rio Araguaia, lagos, cachoeiras e parques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.