Com foco no potencial agropecuário do Tocantins, feira Agrotins tem início nesta terça (5/5)

Consolidado como um dos maiores encontros agropecuários do Brasil, evento promete levar mais de 100 mil pessoas ao Centro Agrotecnológico de Palmas

agrotins-2015OK

Maior feira do Norte brasileiro e um dos principais eventos agropecuários do mundo, tem início nesta nesta terça-feira (5/5) a Agrotins – Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins. Em Palmas, 530 expositores vão apresentar o que há de mais moderno na área, colocando o Tocantins na vanguarda das discussões sobre as novas formas de produção sustentável

A 15ª edição do evento será realizada no Centro Agrotecnológico de Palmas, na TO-050, saída para Porto Nacional, e conta com o apoio do Governo do Estado. De acordo com os organizadores, a expectativa é que pelo menos 100 mil pessoas passem pela feira, que oferecerá mostras e comercialização de máquinas, equipamentos, animais e serviços agropecuários, bem como cursos, palestras, além de julgamento de animais, torneio leiteiro e provas equestres.

Numa área total de 60 hectares, a infraestrutura promete surpreender os participantes da Agrotins — reconhecida nacionalmente como um evento técnico que promove o desenvolvimento do setor agropecuário, destacando as potencialidades do agronegócio, apoiando e divulgando as ações de pesquisa ao setor produtivo.

A abertura oficial está marcada para as 10 horas desta quinta-feira (7/5) e contará com a presença da ministra da Agricultura e senadora eleita pelo Tocantins, Kátia Abreu (PMDB), do governador Marcelo Miranda (PMDB), do prefeito de Palmas, Carlos Amastha, e autoridades nacionais. A Agrotins segue até o sábdo (9/5).

Confira a programação dos quatro dias do evento aqui.

Tema

O Tocantins tem alcançado avanços significativos na produção de grãos, impulsionados pelos investimentos dos produtores e ações de incentivos do governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agricultura e Pecuária (Seagro). Nos últimos dez anos, a produção de grãos teve um crescimento superior a 180% na área plantada e 240% na produção, evidenciando o avanço tecnológico nas propriedades.

E é este crescimento, que tem como aliado as excelentes condições edafoclimáticas, ou seja, solo e clima favoráveis para o desenvolvimento da agricultura; topografia plana, aptidão à mecanização, período de chuvas bem definido e bastante luminosidade, além de uma considerável localização geográfica que permite um melhor escoamento da produção, que o Governo do Estado escolheu como tema para a Agrotins 2015, a “Cadeia Produtiva de Grãos”.

Uma oportunidade para transformar a agricultura tocantinense, uma Feira de Tecnologia Agropecuária que tem como objetivo apresentar as novidades para aperfeiçoar a produção, apoiar e incentivar o produtor a continuar produzindo uma agricultura sustentável.

A área do estado corresponde a 27,76 milhões de hectares, destes, 13,8 milhões (aproximadamente 50 % da área) possuem potencial agrícola, segundo a Secretaria de Planejamento do Estado do Tocantins – Seplan-TO.

Atualmente, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB, a área cultivada por grãos é de 1,16 milhões de hectares, o que faz do Tocantins o estado com maior área plantada na região norte do país. Entre os grãos, destacam-se a cultura da soja com 817,3 mil hectares na safra 2014/2015, seguida pela cultura do milho com 169 mil hectares – somando-se o milho de primeira safra e de segunda safra (safrinha) – e o arroz com 122,9 mil hectares, considerando as áreas de várzeas tropicais e o cultivo em sistema de sequeiro.

O Estado é terceiro maior produtor de arroz irrigado do Brasil e a expectativa é de que a produção aumente mais 21,83 mil toneladas nesta safra. Já o arroz sequeiro, terá um crescimento maior, 21,4%, perdendo apenas para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Assim como na área plantada, o Tocantins também é o líder na região norte em termos de produção com 3,74 milhões de toneladas de grãos na safra 2014/2015.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.