Colombiana Leonor Espinosa é a maior chef do mundo

A chef dirige o restaurante Leo, em Bogotá, sucesso entre os colombianos e turistas estrangeiros

Leonor Espinosa: maior chef do mundo | Foto: Reprodução

Juscelino Goulart de Oliveira

Especial para o Jornal Opção

Até os 35 anos de idade, Leonor Espinosa era uma publicitária bem-sucedida. Mas deu uma guinada na sua vida e começou a cozinhar, se tornando, aos poucos, uma chef de renome mundial. Agora, foi escolhida a melhor chef do mundo, na categoria feminina do The World’s Best Restaurants. A revista britânica “Restaurant” concede o prêmio todo ano.

Leonor Espinosa — que tem sobrenome de filósofa e prenome de rainha —, formada em Economia e Belas Artes, é dona do restaurante Leo, na cidade de Bogotá, na Colômbia. A chef combina técnicas ancestrais do povo do país com ingredientes indígenas. Os pratos agradam os colombianos e os turistas estrangeiros.

A dirigente do Leo foi eleita a melhor chef da América Latina em 2017.

O Léo compareceu, por oito vezes, na lista dos melhores restaurantes da América Latina. O restaurante foi o primeiro da Colômbia a ser destacado na lista dos melhores restaurantes do mundo no ano de 2019. Ficou na 46ª posição.

No livro “O Que Cuenta el Caldero”, Leonor Espinosa publica receitas culinárias baseadas em suas pesquisas pela Colômbia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.