Colombiana é presa após simular arrastão e iniciar tumulto na região da Rua 44

Mulher confessou ter quebrado o vidro de uma loja para simular um disparo de arma de fogo e provocar confusão na tentativa de praticar furtos

Divulgação

A Guarda Civil Metropolitana apresentou na tarde deste sábado (16/12)  na Central de Flagrantes da Polícia Militar, em Goiânia, uma mulher de origem colombiana responsável por iniciar tumulto na região da Rua 44.

Segundo informações da Guarda, Rayza Geraldin Nunez Montoya faz parte de uma gangue e confessou ter quebrado o vidro de uma loja para simular um disparo de arma de fogo e provocar o tumulto no local na tentativa de praticar furtos.

Ainda de acordo com a corporação, fora o episódio, a situação na região da Rua 44 se encontra até então dentro da normalidade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.