Cliente relata chilique de jurado do Masterchef: “Disse que eu não sei comer carne”

Internauta fez desabafo no Facebook após experiência constrangedora no restaurante do chef Henrique Fogaça. Confira

Divulgação

Um relato de um internauta sobre sua visita ao restaurante Sal Gastronomia, de propriedade de Henrique Fogaça, um dos jurados do Masterchef Brasil, tem repercutido bastante nas redes sociais nesta sexta-feira (15/9).

Publicado na página “Gina Indelicada”, o desabafo do cliente já tem mais de 10 mil compartilhamentos. Segundo conta, Fogaça teria sido grosso e irônico depois de uma reclamação sobre o ponto da carne e da massa pedidos.

Conforme o cliente, a mãe de um grande amigo estava fazendo aniversário e queria conhecer o restaurante do chef celebridade. Ele conta que fizeram os pedidos com a observação de que queriam as carnes bem passadas.

Os pratos chegaram apenas duas horas depois e, para a surpresa deles, bem diferente daquilo que havia sido pedido. “A carne estava mal passada e o fettucine estava cru, a massa estava dura. Como eu viajaria as 23:30 e já eram 22 horas, comemos daquele jeito mesmo, já que não teríamos ainda mais tempo para alterações no prato”, contou.

Diante disso, ele conta que resolveu, após pagar a conta, pedir para falar com Fogaça, que já teria chegado à mesa nenhum pouco satisfeito.  “Ele chegou na mesa falando ‘vocês vão reclamar que a carne não estava no ponto que pediram e sem tempero, né?’ Mostramos pra ele os pratos na mesa, que nem fomos capaz de comer tudo, e ele viu de perto. Ele disse que carne é assim mesmo e que eu preciso aprender a comer carne”, relata a publicação.

Segundo o que foi publicado, Fogaça ainda teria dito que o que o cliente realmente queria era comer sem pagar e que, por isso, o valor poderia ser estornado. Até os próprios funcionários do cozinheiro teriam ficado constragidos e pedido desculpas pela prestação do serviço.

“Não queria sair sem pagar – e não aceitei o estorno. Só queria te informar que o serviço prestado não foi bom e acho que você como dono do estabelecimento deveria ouvir e ter um pouco mais de humildade”, finaliza a publicação.

Henrique Fogaça ainda não se manifestou sobre o episódio. Confira abaixo o relato na íntegra:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.