Cidade de Goiás é contemplada com primeira obra de programa em municípios históricos

A obra contou com recursos do Governo Federal, no valor de R$ 895.202,53

Este slideshow necessita de JavaScript.

Será entregue na próxima sexta-feira (6/2), por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Goiás, a Ponte de Cambaúba, na Cidade de Goiás, 142 quilômetros de Goiânia. A ponte, que integra o Conjunto Arquitetônico e Urbanístico da Cidade de Goiás tombado, é a primeira obra na lista de projetos aprovados pelo PAC Cidades Histórias, que contempla 44 municípios em todo o País.

A antiga ponte possuía diversos problemas estruturais, ocasionados, principalmente, por impactos da chuva e das cheias do Rio Vermelho. A ponte era formada por fundações em blocos de concreto e pilares de madeira do tipo paliteiro, que atrapalhavam a vazão das águas do rio naquele trecho. Após a enchente de 2011, chegou a ser interditada pela Defesa Civil.

A estrutura em madeira também exigia ações regulares de manutenção, que não ocorreram nos últimos anos, comprometendo a utilização como ponte de passagem de pedestres e de veículos.

Agora, a ponte possui estruturas em concreto com acabamento em madeira, cujo formato minimiza a retenção de detritos trazidos pelas águas, e também teve o seu vão expandido, aumentando o leito do rio e, consequentemente, sua vazão.

A obra contou com recursos do Governo Federal, no valor de R$ 895.202,53. A solenidade de entrega da obra será realizada às 18h, com a presença de representantes da prefeitura, do governo de Goiás e do governo federal, dentre eles o diretor do PAC Cidades Históricas/Ipgan, Robson de Almeida, e a Superintendente Estadual do Iphan, Salma Saddi.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.