Cidade de Goiás decreta medidas mais rígidas para contenção da Covid-19

Locação de imóveis para turistas terá pena de multa no valor de R$ 3.300,00

A prefeitura da Cidade de Goiás divulgou que a partir desta terça-feira, 12, entra em vigor o decreto nº 35, que restringe o funcionamento de algumas atividades comerciais para os próximos 15 dias. O objetivo é controlar a evolução da Covid-19 e a sobrecarga nos leitos das UTIs do município.

O texto também proíbe a locação de imóveis para turistas sob pena de multa no valor de R$ 3.300,00.

Estão suspensos os eventos públicos ou privados presenciais que causem aglomerações; visitas a pacientes com Covid-19 (exceto se necessário de acompanhante); aulas presenciais, atividades em clubes e balneários; teatro; cinema; boates e salões de festas; consumo de bebida alcoólica a partir das 22h30.

Estabelecimentos que oferecem o serviço de hospedagem poderão funcionar normalmente respeitando os protocolos sanitários e também com apenas 50% da capacidade dos hóspedes.

As atividades consideradas essenciais poderão funcionar das 6h às 22h — como os supermercados, mercados e mercearias.

Farmácias, distribuidoras de gás, postos de combustível e suas respectivas praças de alimentação poderão funcionar durante 24h por dia, incluindo os domingos, exceto vender bebida alcoólica depois das 22h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.