CEI aprova novo convite para o secretário estadual de Saúde

A diretora geral do HMI, Fabiana Gomes Negri Ledram Mendes, e o gestor que administra o HGG, José Cláudio Romero, também foram convidados

Foto: Fernando Leite

Em reunião extraordinária nesta quinta-feira (10/5), a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura irregularidades na saúde municipal, decidiu chamar o secretário Estadual de Saúde, Leonardo Vilela, para depor na próxima segunda-feira (14).

Os parlamentares Elias Vaz (PSB) e Jorge Kajuru (PRP), membros da CEI, pretendem saber tanto do secretário estadual como dos gestores dos hospitais a serem ouvidos sobre o contrato firmado com o Instituto de Gestão e Humanização (IGH) em 2012 para gestão do Hospital Materno Infantil, no valor anual de R$51.168 milhões.

Esclarecimentos

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), por meio da Superintendência de Controle e Gerenciamento das Unidades de Saúde (Scages), o número de leitos de UTI do Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) divulgados pela comissão eram 28, quando na verdade são 8.

O erro foi causado por equívoco de digitação na relação de leitos do hospital, fato que já havia sido devidamente esclarecido ao Ministério Público de Goiás (MP-GO), em dezembro do ano passado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.