CCJ da Câmara aprova título de cidadão goianiense para Bolsonaro

Proposta sofreu questionamentos na Comissão e foi aprovada com placar apertado. Matéria segue para análise do plenário

Foto: Reprodução

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Goiânia aprovou, nesta quarta-feira, 26, o projeto que concede ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), o título de cidadão goianiense. Com dois votos contra, a decisão seguirá para o plenário.

Segundo a vereadora Sabrina Garcez (PTB), presidente da Comissão, o relatório da vereadora Leia Klebia (PSC) foi favorável, apesar dos questionamentos feitos por Tatiana Lemos (PCdoB). “O projeto foi aprovado com dois votos contrários e vamos deixar que o plenário decida isso”, declarou.

Tatiana Lemos falou ao Jornal Opção que o título de cidadão goianiense deve ser dado apenas para quem prestou um serviço de relevância ao município: “Nosso regimento interno da Câmara é muito claro, a meu ver, o presidente não só não prestou nenhum serviço de relevância para a nossa cidade, como ele presta um desserviço para a humanidade, infelizmente, um desserviço para a nossa nação”.

E completou: “Um dos questionamentos que eu fiz aos que votaram a favor da concessão do título foi ‘qual é o serviço de relevância que o presidente fez para o município de Goiânia?’, não conseguiram me responder”.

A vereadora finalizou reforçando o motivo de ter votado contra a concessão do título ao presidente: “Na justificativa e segundo nosso regimento, não tem como votar a favor”.

Além de Tatiana, a vereadora Dra. Cristina (PSDB) também votou contra a proposta. Os vereadores Anderson Bokão (DC) e Wellington Peixoto (MDB) foram favoráveis e deixaram a votação empatada. O voto de minerva que levou o projeto para análise do plenário foi do vereado Zander (Patriota).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.