Categoria está frustrada e decepcionada com o prefeito Iris, diz associação de auditores

Prefeito de Goiânia retirou da Câmara projeto que dava reajuste salarial a auditores e procuradores


Assembleia geral da AFFIM | Foto: Cedida ao Jornal Opção

A Associação dos Auditores de Tributos do Fisco Municipal de Goiânia (AFFIM) manifestou repúdio à decisão do prefeito Iris Rezende, do MDB, de retirar da Câmara Municipal de Goiânia o Projeto de Lei que trata da Remuneração dos Auditores de Tributos e dos Procuradores Municipais. A categoria está frustrada e decepcionada com o prefeito, diz a AFFIM.

“A nossa classe de auditores trabalhou muito para aumentar as receitas da Prefeitura de Goiânia. Conseguimos crescer em 86% as receitas próprias e no IPTU aumentamos em 58% sem alterações nas alíquotas”, afirmou o presidente da associação, Elísio Gonzaga da Silva.

Com esse crescimento da Receita, os auditores alegam que foi possível dar as datas bases para todos os servidores municipais e pagar, através da folha, mais de quatro mil processos de direitos dos servidores que estavam engavetados desde a gestão de Paulo Garcia.

“A Câmara Municipal também foi beneficiada, pois o repasse do Duodécimos aumentou em 20% para o Poder Legislativo. Por tudo isso que veio a frustração, pois havia um compromisso do governo municipal com os auditores tributários. Havia a promessa de correção das distorções salarias do pessoal, caso fossem aumentadas as receitas”, explicou Elísio.

Segundo a AFFIM, atualmente o salário do auditor de tributos de Goiânia é menor do que os colegas de Teresina e de Anápolis. “Realizamos uma assembleia geral para analisar as medidas adotadas pelo Prefeito Iris e ficou decidido que vamos aguardar por 20 dias, e então tomaremos uma decisão”, disse o presidente da AFFIM.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Osmar R.

Estranho. Onde essas receitas aumentaram? Com Refis? Pq construção civil está parada (ISS)…meteram mão no dinheiro dos servidores. Pq só eles? E outras fiscalizações? Onde inicia o fato gerador?