Caminhoneiro é preso após mandar mensagens incitando ódio a policiais

Homem foi preso em Hidrolândia com posse de maconha e confessou ter sido o autor dos áudios celebrando a morte de policiais

Nesta quarta-feira, 18, um motorista de caminhão, de 46 anos, foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Hidrolândia, cidade próxima a Goiânia. Ao ser parado na unidade da PRF, os policiais constataram que o homem é o autor de áudios enviados em um grupo de mensagens celebrando a morte e fazendo apologia ao homicídio de dois policiais ocorrido nesta manhã, 18, no Ceará.

Os policiais mortos Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, 43 anos, e Márcio Hélio Almeida de Souza, 53 anos, faziam parte da corporação da PRF e foram auxiliar uma pessoa que caminhava de forma desorientada em uma rodovia de Fortaleza, para que não houvesse nenhum atropelamento. Quando retiraram a pessoa do meio dos veículos, ela resistiu a abordagem e acabou entrando em uma luta corporal com os PRFs. Em seguida, o elemento atirou contra os policiais.

Logo após o ocorrido, o homem preso em Goiás mandou um áudio nos grupos de caminhoneiros fazendo apologia ao crime e disseminando ódio. A mensagem repercutiu e chegou ao conhecimento da PRF e, através do serviço de inteligência do órgão, a corporação identificou o autor das mensagens.

Durante a abordagem, a polícia encontrou uma porção de maconha e ele confessou ser o autor das mensagens. É a segunda vez em que ele é flagrado com drogas ilícitas. O motorista assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) comprometendo-se a responder na Justiça por apologia ao crime e posse de drogas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.