Câmara de Silvânia cassa mandato do prefeito por unanimidade

Dr. Geraldo é investigado por fraudes em licitação para o serviço de tapa-buracos realizado em março de 2021

A Comissão Parlamentar Processante (CPP) criada pela Câmara Municipal de Silvânia para apurar as denúncias contra o prefeito do município, Geraldo Luiz Santana (PP), ou como é conhecido, Dr. Geraldo, aprovou por unanimidade em plenário o pedido de cassação do chefe do Executivo. O prefeito já estava afastada de suas funções desde fevereiro, data em que foi instaurada a CPP. O vice-prefeito, Estevão Colombo (Progressistas) deve assumir a gestão da cidade de forma definitiva.

Os vereadores da Casa aprovaram o relatório de Hamilton Gomes (Pros) por 11 votos a zero. Os parlamentares acolheram as denúncias contra o Dr. Geraldo, mas o isentaram da condenação por quebra de decoro parlamentar contra as condutas político-administrativas por fraudes.

As denúncias contra o Geraldo Luiz tiveram como base a Operação Apate, que investiga fraudes em licitação para o serviço de tapa-buracos realizado em 2021 em Silvânia. A investigação da Polícia Civil concluiu que o prefeito, com a ajuda de secretários e da presidente da comissão de licitação, fraudaram o processo que culminou na contratação da empresa para execução dos serviços na cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.