Câmara aprova notificação do empresário Lourival Louza, do Grupo Flamboyant

Casa havia protocolado pedido de condução coercitiva, mas juiz explicou que antes disso parlamentares devem convocá-lo por notificação com hora marcada

Vereadores da Câmara Municipal de Goiânia continuam insistindo para na ida do empresário do Grupo Flamboyant, Lourival Louza Júnior, na Comissão Especial de Inquérito (CEI) das Pastinhas.

Dessa vez os parlamentares aprovaram convocação com notificação por hora marcada — ou seja, a pessoa que estiver no local será obrigada a receber a notificação — , a ser entregue por um funcionário efetivo da Casa. De acordo com o presidente da CEI, Elias Vaz, a escolha do servidor será feita por presidente Anselmo Pereira (PSDB), que publicará a portaria.

Anteriormente, com as tentativas de chamar o empresário para depor frustradas, foi protocolado no Fórum Criminal de Goiânia um requerimento do presidente Anselmo para que Lourival Louza Júnior prestasse depoimento.

Entretanto, segundo Elias, o judiciário entendeu que antes o empresário deve ser notificado. Caso Lourival não compareça, o juiz será comunicado e aí sim dará uma posição quanto à condução coercitiva.

Leia mais:

Câmara protocola pedido de condução coercitiva de Lourival Louza
Lourival Louza Júnior parece estar fugindo de notificação da CEI das Pastinhas
CEI considera quebra de sigilo bancário de donos de construtoras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.