Caiado vistoria intervenções da erosão na GO-118 e anuncia interdição completa

De acordo com o governador, o trecho da rodovia será interditado e reparos serão feitos pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra); até lá, serão disponibilizadas embarcações do Corpos de Bombeiros para atender a população

O governador Ronaldo Caiado (Democratas) e o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra), Pedro Salles, visitaram nesta segunda-feira, 27, o trecho da GO-118 que está interditado entre as cidades de Teresina de Goiás e Alto Paraíso, na Região da Chapada dos Veadeiros, onde houve uma erosão na rodovia.  

O trecho estava interditado para veículos grandes e a circulação na pista está liberada apenas para veículos pequenos e situações de emergência, no entanto o governador afirmou em entrevista coletiva que é não é possível fazer os reparos necessários neste período chuvoso. Por isso interditou completamente o trecho até que seja possível fazer as obras necessárias.  

Enquanto isso, o governador já determinou junto ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO) que seis embarcações estarão disponíveis para a população que está ilhada, do outro lado do Rio Paranã, que corta as cidades de Monte Alegre e Cavalcante de Goiás. As duas terão três embarcações para atender os moradores.  

Neste período, segundo o governador, será aberta a rodovia municipal. O intuito do democrata é que seja permitida a trafegabilidade até a cidade de Cavalcante, porque não é possível reestabelecer o trecho da rodovia neste período chuvoso.  

Todos os reparos, de acordo com Pedro Salles, já estão contratados e já há um maquinário à postos na cidade de Alto Paraíso. “O início só aguardará as condições climáticas se tornarem favoráveis para que o trabalho seja feito, mas já está tudo contratado para atender no momento mais breve possível”, acrescentou o presidente da Goinfra.  

Após o período de chuva, o governador diz que vai arrancar a erosão que ficou comprometida pela infiltração, para dar continuidade na Rodovia 118, que é um eixo principal, uma radial para o Nordeste Goiano.  

Isso acontece porque qualquer rota alternativa neste período de chuva vai fazer com que os caminhões fiquem atolados. Para sanar este problema, o governador diz que será feita uma área de manobra para que estes caminhões retornem para Alto Paraíso e tomem rumo para Colinas do Sul, no Tocantins para retornar ao Estado. “Vamos melhorar este trecho para dar uma trafegabilidade”, acrescentou o governador.   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.