Brasileira é morta por engano pela polícia portuguesa

Veículo em que estava a mulher foi confundido com carro que fugia dos agentes após um assalto a um caixa automático

Uma brasileira foi morta por engano, pela polícia portuguesa, na madrugada da última quarta-feira (15/11), em Lisboa. Ela estava em um carro que foi confundido com um veículo que fugia da polícia, após um assalto a um caixa automático.

De acordo com a polícia portuguesa, o homem que estava dirigindo não parou o carro, após ordem dos agentes, e tentou atropelá-los. A mulher, que estava no banco do carona, tinha 36 anos e foi atingida no pescoço.

De acordo com a imprensa portuguesa, o carro foi alvejado por mais de quarenta tiros. Os policiais envolvidos foram denunciados e serão investigados. Após análise da bala que ficou alojada no pescoço da vítima, será possível identificar o agente do disparo.

A Embaixada do Brasil em Lisboa emitiu nota em que lamenta o ocorrido:

“Tomou-se conhecimento, hoje, 16 de novembro, de que a pessoa morta em ação policial durante a madrugada de ontem, em Lisboa, era nacional brasileira. A Embaixada lamenta profundamente o ocorrido.

A família da vítima já entrou em contato com o Consulado-Geral do Brasil em Lisboa, que prestará o apoio cabível.

A Embaixada acompanha atentamente o caso e aguarda novas informações a respeito do inquérito com vistas a determinar o curso de ação a ser tomado.”

Deixe um comentário