Bolsonaro promove fake news de 2016 em entrevista ao Jornal Nacional

Deputado tentou justificar frases homofóbicas proferidas em 2010

Em sabatina no Jornal Nacional na última terça-feira (29/8), o candidato a presidente Jair Bolsonaro, do PSL, resolveu levar uma notícia falsa, desmentida ainda em 2016, na tentativa de justificar frases homofóbicas proferidas em 2010.

Aos jornalistas William Bonner e Renata Vasconcelos, o parlamentar citou o “kit gay”, que nunca sequer existiu, e afirmou que um livro sobre sexualidade destinado a adolescentes é distribuído em escolas públicas.

Bolsonaro tentou mostrar o livro ao vivo e afirmou: “Tirem as crianças da sala, se bem que na biblioteca das escolas públicas tem”.

O livro citado pelo candidato, no entanto, nunca foi comprado pelo governo brasileiro ou distribuído em escolas públicas. A informação já havia sido desmentida pelo Ministério da Educação em uma nota divulgada em 2016.

“O Ministério da Educação (MEC) informa, em nota, que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro “Aparelho Sexual e Cia”, que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para crianças e jovens brasileiros. O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta nos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta”, dizia a nota.

2
Deixe um comentário

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Benuel

Chora esquerda, chora editorial esquerdista.O povo não precisa mais de vcs, estamos de olhos abertos em tudo e principalmente nessa mídia de esquerda vendida de Goiás

Bruno

Recado pro site: Bolsonaro 17 Presidente!