Bolsa Família chega ao fim, enquanto permanecem incertezas sobre o novo auxílio

Oficialmente extinto neste mês de novembro, a assistência social é substituída pelo Auxílio Brasil

O Bolsa Família, programa social criado em outubro de 2003, foi oficialmente extinto nesta segunda-feira, 8, e teve o último pagamento realizado no dia 29 de outubro. O programa deixa de existir após 18 anos, em que contemplava as famílias em situação de vulnerabilidade social.

Através de uma Medida Provisória (MP-1.061), publicada no dia 10 de agosto no Diário Oficial da União, foi determinado que após 90 dias, o antigo programa deveria ser substituído pelo Auxílio Brasil. A previsão governamental é começar a assistência no dia 17 de novembro. Ainda é preciso que o Congresso aprove a MP até 7 de dezembro para que auxílio continue valendo.

Incertezas 

Prometendo, também, ampliar a cobertura do antigo programa, o Auxilio Brasil passará dos atuais 14,7 milhões para 16,9 milhões de famílias. Sem um calendário de pagamentos, valores dos benefícios e critérios de renda, o programa, que promete ser um novo tipo de assistência, foi proposto pelo atual governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

O Auxilio Brasil prometeu um reajuste em cerca de 20%, para repor parte da inflação acumulada desde 2018, passando assim, de um valor mensal de R$192 para, em média, R$226, 80. Outra proposta é que o programa eleve o valor, chegando até 400 reais, em dezembro, porém, não é informado como isso vai acontecer. 

Sem as definições completamente estabelecidas para o novo programa, 13,9 milhões de brasileiros ficam sem a garantia da assistência social. Outra medida que teve um fim foi o Auxílio Emergencial, revogado no mês de outubro e com os últimos saques no mês de novembro. O auxílio atendia cerca de 39 milhões de pessoas, de acordo com o Ministério da Cidadania.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.