Bloqueio a telemarketing no Procon Goiás já tem mais de 33 mil números inscritos

“Não me perturbe” começou a valer nesta semana em nível nacional, mas órgão do Estado oferece serviço desde 2014

Criado na terça, 16, o cadastro nacional “não me perturbe”, de iniciativa da Agência Nacional de Telecomunicações para bloquear ligações de telemarketing de prestadores de serviços de telecomunicação, incluirá, também, os cadastros dos Procons estaduais que já possuíam o bloqueio. O órgão de defesa ao consumidor de Goiás oferece esse serviço desde 2014 e, até julho de 2019, registrava mais de 33 mil números inscritos.

Só em 2018, foram contabilizados 16.771 telefones registrados. Conforme o órgãos, este é o serviço mais procurado pela plataforma Procon Web.

Para se registrar, basta acessar o site, digitar o CPF e senha, ou fazer o cadastro, se não tiver login, e, depois, excluir ou incluir números de telefones. É possível bloquear até três números (na opção bloqueio) e as empresas deverão encerrar as ligações pelos números cadastrados em até 30 dias.

Caso ainda receba ligações, é preciso informar o Procon, que abrirá processo e poderá multar as empresas infratoras em até R$ 9,7 milhões.

Não me perturbe

O não me perturbe também pede CPF e e-mail para realizar o cadastro e preencher o formulário. Ele também suspende as chamadas das empresas de telecomunicações em até 30 dias.

Como a medida é relacionada às competências legais da Anatel, estas chegam apenas as empresas de telecomunicações, que representam 32% das chamadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.